Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

O prêmio

O Sistema OCB/ES reconhece a importância do jornalismo para a divulgação do cooperativismo no Espírito Santo e busca sempre incentivar os profissionais da comunicação que pensam em cada detalhe dos materiais que produzem.

Com uma proposta de evento mais centrada no cooperativismo, o #pjc14 convida repórteres, cinegrafistas, fotógrafos, estudantes de jornalismo e demais profissionais da comunicação a trazerem o melhor de si para falar sobre o cooperativismo para a sociedade capixaba. Para isso, nossa equipe está disponível para sugerir fontes e auxiliar no que mais for possível para que cada profissional tenha em mãos o material bruto a ser lapidado e se transformar em algo único, com a cara de cada profissional e a sensibilidade que só o jornalismo de qualidade consegue demonstrar.

Realização

Presidente

Dr. Pedro Scarpi Melhorim é presidente do Sistema OCB/ES e vice-presidente da Unimed Federação Espírito Santo. Formado em Medicina pela Universidade Federal do ES, concluiu sua residência em Pediatria e Terapia Intensiva Pediátrica no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória, com títulos de especialista pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Cooperado da Unimed Sul Capixaba desde 1996, onde sempre atuou pelo Cooperativismo, assumindo o cargo de Diretor de Recursos Próprios de 1998 a 2006 e de 2010 ao início de 2018, como diretor Presidente da Cooperativa. Hoje atuante como Conselheiro Vogal da Unimed Sul Capixaba.

Para ele, realizar o PJC há 13 anos é um desafio gratificante. “A cada ano os profissionais esperam tanto que os valores de premiação sejam maiores, como a festa seja maior e mais bonita. Mas também é gratificante porque a cada edição conseguimos nos superar com o aumento do número de materiais inscritos, de profissionais contemplados, de votos por meio do site e de participação em nossa cerimônia. O PJC é um evento que já faz parte do calendário dos profissionais de Comunicação do Espírito Santo”, disse ele.

SUPERINTENDENTE

Carlos André começou sua carreira aos 16 anos como office boy, em um escritório de contabilidade em Vitória/ES. Após um processo seletivo externo público, foi aprovado em primeiro lugar no Banco Real e no extinto BNCC (Banco Federal), aonde atuou dos 18 aos 26 anos. Com a extinção do BNCC, atuou como Consultor autônomo nas áreas do cooperativismo, gestão estratégica, contábil e assessoria parlamentar, inclusive com cooperativas e OCB desde 1997. Em janeiro de 2004, iniciou suas atividades como empregado com dedicação integral, do Sistema OCB-SESCOOP/ES, como Analista, depois, foi o primeiro Gerente da GEDEC (Gerência de Desenvolvimento Cooperativista) e através do destaque em sua atuação, se tornou Superintendente/Diretor Executivo em 01/09/2004, como permanece até hoje.

Carlos André está à frente da organização da premiação desde a sua primeira edição e relembra que no início foi preciso um esforço enorme para que os jornalistas entrassem no universo do Cooperativismo. “Há mais de uma década era preciso buscar o profissional dentro das redações e imergi-los no Cooperativismo. Hoje já não é necessário, nós é que somos procurados para falar sobre temas e ações relacionadas ao setor. O Cooperativismo Capixaba já é conhecido e reconhecido, mas queremos cada vez mais. O ramo cresceu no ES e as pautas são inesgotáveis, continuamos precisando dos profissionais para mostrar a população o que representamos para a economia e para a sociedade, por isso incentivamos e vamos continuar incentivando jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas e estudantes. Para nós é um grande prazer realizar o PJC”, afirmou ele.

CORDENADOR TÉCNICO

Desde sua criação, o Prêmio de Jornalismo Cooperativista é coordenado pelo jornalista Professor Dr. José Antônio Martinuzzo, que colabora desde a formatação das edições e participa de todo o processo durante o ano até o fechamento, na festa de premiação. Martinuzzo é também o responsável pela escolha do júri técnico, sempre composto por profissionais de grande prestígio na área jornalística.

José Antônio Martinuzzo, jornalista e professor adjunto do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Espírito Santo, é mestre e doutor em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense. Especialista em Comunicação, Novas Tecnologias e Gestão da Informação, tem mais de 20 anos de experiência em Comunicação Organizacional e Assessoria de Imprensa, nos setores público, privado e não governamental. Sua trajetória inclui atuações como ghostwriter, consultor de imagem e de planejamento estratégico, gestor de comunicação institucional, escritor, autor e editor de custom publishing e assessor de imprensa, entre outros.