Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

Cerca de 4 em cada 10 pessoas estão envolvidas com o cooperativismo capixaba

Número, apresentado no Anuário do Cooperativismo Capixaba 2022, registrou aumento no último ano

Cerca de 4 em cada 10 pessoas estão envolvidas com o cooperativismo capixaba

O cooperativismo está presente nos quatro cantos do Espírito Santo. Atualmente, o movimento conta com cooperativas que atuam em todos os 78 municípios do estado, distribuídas em sete diferentes ramos de atividade. Devido a essa capilaridade e diversidade de negócios, o número de pessoas envolvidas com o cooperativismo no estado cresceu.

Em 2021, esse número ultrapassou 1,6 milhão de indivíduos, contemplando 39% da população capixaba. Em comparação com 2020, o indicador representa um aumento de 4,4% no número de cidadãos que possuem algum vínculo com o movimento cooperativista do Espírito Santo. Os dados foram divulgados no Anuário do Cooperativismo Capixaba 2022, produzido pelo Sistema OCB/ES com o apoio das cooperativas do estado.

Os cálculos foram feitos considerando 2,9 como a média de pessoas por domicílio, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua de 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número é multiplicado pela soma do total de cooperados e colaboradores das cooperativas capixabas, que em 2021 foram 610.969 e 9.955, respectivamente. Assim se chegou ao resultado de 1.603.514 pessoas envolvidas diretamente e indiretamente com o cooperativismo capixaba, superando um terço da população estimada do Espírito Santo que, de acordo com o IBGE, é de 4,1 milhões.

“Quatro em cada dez pessoas está ligada ao cooperativismo capixaba. Nessa conta entram os cooperados, colaboradores e o número médio de seus familiares. Isso porque quando uma pessoa participa de uma cooperativa, naturalmente a família dela também começa a conhecer mais sobre o modelo de negócio e ser impactada por ele, podendo até mesmo contribuir com o movimento”, explica o presidente do Sistema OCB/ES, Dr. Pedro Scarpi Melhorim.

 

COOPERATIVAS SE FORTALECEM

Em 2021, havia 119 cooperativas registradas no Sistema OCB/ES. A tendência observada é que a cada ano esses empreendimentos se fortaleçam mais no estado, contribuindo com o desenvolvimento da economia local por meio da geração de mais renda e empregos.

Isso porque, mesmo com a estabilização do número de cooperativas registradas no Sistema OCB/ES durante o último biênio (2020-2021), a soma do faturamento delas cresceu 26,7%, saltando de R$ 6,6 bilhões para R$ 8,4 bilhões. No mesmo período, foi constatado aumento de 21,6% no número de cooperados, passando de 502 mil para mais de 610 mil. Já os empregos formais cresceram 3,8%, saindo de 9.592 para 9.955 no último ano.

“Incentivamos as cooperativas a investirem no seu fortalecimento e realizarem incorporações quando necessário e orientamos os grupos com intenção de constituir novas cooperativas a procurarem aquelas que já existem, ampliando assim o número de cooperados. Prezamos mais pela qualidade do que pela quantidade de cooperativas, pois entendemos que essa estratégia gera mais retornos para todos os que estão envolvidos e são beneficiados pelo movimento cooperativista”, esclarece o diretor-executivo do Sistema OCB/ES, Carlos André Santos de Oliveira.

 

OUTROS DESTAQUES DO ANUÁRIO

Com a intenção de difundir os dados do Anuário do Cooperativismo Capixaba 2022 e despertar o interesse do público pela pesquisa, o Sistema OCB/ES está produzindo uma série de matérias jornalísticas a partir dos principais indicadores que constam na publicação.

O primeiro conteúdo da série destacou o crescimento da participação de mulheres em cargos de liderança no cooperativismo capixaba e nos quadros sociais do movimento de forma geral. Clique aqui para ler.